Construção de hospital: tudo o que você precisa saber

Construção de hospital tudo o que você precisa saber_Amplus

 

Totalmente diferente dos edifícios residenciais ou comerciais, a construção de hospital exige muita atenção e cuidado desde o projeto até os acabamentos e liberação para funcionamento. Confira esse artigo completo e descubra tudo o que você precisa saber sobre essa obra complexa!

Entre as obras mais desafiadoras da arquitetura e engenharia está a construção de hospital. Confira esse artigo completo e descubra tudo o que você precisa saber sobre essa obra complexa! 

Totalmente diferente dos edifícios residenciais ou comerciais, a construção de hospital exige muita atenção e cuidado desde o projeto até os acabamentos e liberação para funcionamento. Além dos diversos sistemas que devem ser embutidos na operação deste empreendimento, ainda é muito importante estar atento aos impactos ambientais que os hospitais podem gerar. 

Desta maneira, não é qualquer empresa que pode realizar uma construção deste porte. Para a criação do projeto, planejamento de equipes e operacionalização da obra de um hospital é necessário o acompanhamento de uma empresa especializada. 

Quais os maiores desafios na construção de um hospital?

A grande verdade é que a construção de hospitais frios, impessoais e sérios já está no passado. Com o passar das décadas, o avanço da tecnologia e, consequentemente, das doenças também, o desafio na construção civil aumentou bastante. Como criar um local prático, útil, seguro e confortável ao mesmo tempo?

O bem estar dos pacientes é colocado cada vez mais em destaque no momento da construção do hospital. E o objetivo de gerar um novo espaço de saúde começa no projeto. Entre os maiores desafios estão:

  1. Entender a necessidade do projeto: muitos hospitais são especializados em determinadas doenças ou tratamentos. Isso influencia diretamente no projeto da obra, uma vez que, algumas salas precisam ser isoladas ou, até mesmo, próximas umas das outras. Além disso, quanto maior a necessidade de sistemas especiais, mais detalhes haverão no projeto de construção.
  2. Abranger as normas técnicas: imagine que você está desenvolvendo o projeto para um espaço que cuidará de vidas humanas. A quantidade de normas específicas é gigante. Um exemplo é a RDC-50, uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que determina todas as normas para que os estabelecimentos de assistência à saúde funcionem com segurança. Uma boa exemplificação são as clínicas, hospitais e centros de imagem que possuem salas de raio-x. Os engenheiros podem encontrar na RDC 50, o dimensionamento mínimo que as salas devem ter para garantir a segurança de todas as pessoas presentes no local, sejam elas profissionais ou pacientes.
  3. Incluir acabamentos e instalações complexas: as salas de cirurgia, centros de tratamentos intensivos, hospitais oncológicos e até mesmo maternidades são espaços com detalhes muito complexos em suas estruturas. Isolamento acústico, maquinário e paredes reforçadas são alguns exemplos de acabamentos específicos na construção de um hospital. 

São muitas tarefas, operações, exames, aplicações e execuções acontecendo em um mesmo espaço. Por isso, ainda os arquitetos e engenheiros mais especializados também consideram a construção de hospital uma obra complexa e desafiadora

Porém, é importante ressaltar que hoje já existem diversas construtoras no mercado que atendem estas obras. Por serem especialistas, o projeto e execução da construção de hospital se torna uma realidade acessível e recompensadora. A Amplus Construtora é um exemplo disso, com diversas obras complexas em seu portfólio e sempre evoluindo na tecnologia da construção. 

Como deve ser a estrutura de um hospital?

Ao planejar a estrutura de um hospital é preciso considerar alguns pontos. O primeiro deles é que o espaço irá receber uma série de equipamentos para cirurgias, exames, iluminação, transporte, acomodação e etc.. Com tanta tecnologia e evolução nos hospitais atuais, esses equipamentos também estão cada vez mais modernos. 

Com um maquinário resistente e veloz, o peso tende a ser cada vez menor. Porém, ainda assim é essencial planejar uma base e uma estrutura que suporte todo o peso que um hospital demanda. Fundação, vigas, colunas, pisos e lajes devem receber uma atenção mais que especial. 

Além disso, para receber e transportar esses equipamentos para as áreas que estiverem demandando, é importantíssimo que o projeto considere a logística. Portas com acesso facilitado à rua, entradas de ambulâncias, caminhões e outros veículos de transporte, salas com portas e aberturas facilitadas e dinâmicas, pisos lisos e de fácil deslizamento dos equipamentos, entre tantos detalhes que envolvem a estrutura do hospital. 

Para entender as principais necessidades e as melhores recomendações para o transporte e também a permanência destes equipamentos, o ideal é contatar os fornecedores. Por isso, o trabalho de construção de hospital vai muito além do “canteiro de obra”. São horas e mais horas planejando, negociando, conversando e revendo o projeto. Assim, tudo sairá do jeito certo e evitará problemas que, infelizmente, podem ser fatais neste ambiente. 

Ainda sobre os equipamentos, de acordo com cada um e com o contato com estes fornecedores, será necessário realizar algumas inclusões direto no projeto. É o caso das instalações complexas citadas anteriormente, como o isolamento magnético nas salas de ressonância. 

Outra questão importante é que além de passar por procedimentos cirúrgicos ou tratamentos, muitos pacientes passam a morar no hospital. Por isso, a estrutura de acomodação está evoluindo cada vez mais. Similar aos grandes projetos de hotelaria, essa parte da construção de hospital deve atender o conforto, segurança, higiene, alimentação e acessibilidade de todos os clientes, familiares e funcionários do estabelecimento. 

Reforma ou construção de hospital 

A construção de hospital já possui tantas particularidades, complexidades e desafios em seu projeto inicial, agora, imagine se toda a estrutura já estivesse funcionando? Além de começar obras do zero, diversas construtoras também são contatadas para os projetos de reformas e melhorias dos hospitais. 

Um empreendimento que funciona 24 horas por dia, por sete dias da semana, todos os dias do ano. Os arquitetos e engenheiros são naturalmente impedidos de fechar os hospitais para qualquer tipo de reforma. Por isso, um minucioso planejamento é essencial antes de qualquer execução. 

Aqui na Amplus Construtora já citamos diversas maneiras de tornar o planejamento de uma obra mais eficaz. Uma delas é a aplicação da metodologia Lean Construction, afinal, entre os benefícios dela está a otimização do tempo – essencial neste projeto. 

O ritmo de uma reforma em hospital deve ser acelerado, considerando que uma equipe de obras pode “atrapalhar” todo o fluxo do ambiente. Mas, é preciso ficar atento para manter a qualidade e satisfação dos clientes neste processo. 

Por isso, é essencial garantir a segurança de todos os envolvidos, gerar o menor barulho possível, evitar o fechamento de alas, ficar muito atento à sujeira e bagunça geradas e, claro, como citado anteriormente, garantir um prazo curto para execução. 

Construção modular e os hospitais de campanha 

Sabendo de todos os desafios da construção de hospital, no ano de 2020 os especialistas da área de construção civil se depararam com uma atividade ainda mais complexa: os hospitais de campanha. 

Criados para atender aos pacientes infectados pela pandemia do Covid-19, os hospitais de campanha tiveram um ritmo muito acelerado e fora dos padrões de construção. Geralmente construídos em parques, estádios e outros espaços vazios das grandes cidades, estes hospitais levaram em consideração todas as normas de saúde. Porém, algumas instruções e regras da construção civil foram deixadas de lado, considerando os prazos emergenciais da situação. 

A construção modular foi uma das soluções encontradas para a rápida execução dos projetos de hospitais de campanha. Mesmo sendo uma técnica antiga, esse tipo de construção não é muito difundida no Brasil. 

O princípio é basicamente utilizar peças pré-fabricadas para uma construção a partir de módulos, como um encaixe muito bem feito. E entre os principais benefícios estão a garantia de uma qualidade já atestada pelos padrões, o controle dos recursos do projeto, um menor desperdício de materiais e, claro, um prazo de conclusão bem menor. 

Desta maneira, a construção modular se mostrou uma grande aliada dos engenheiros e arquitetos nos projetos urgentes gerados pela pandemia. No Rio de Janeiro, algumas unidades de saúde e hospitais de família já foram construídos a partir da construção modular. 

A construção de hospital por especialistas

A fase de projetar um empreendimento hospitalar influencia diretamente na maneira como os usuários interagem com os ambientes ali presentes. E, como citamos, a construção de hospital envolve diversas etapas complexas em sua execução. 

Por isso, é essencial que os investidores contem com uma equipe que realmente entende do assunto. Do estudo, planejamento, projeto, execução, análise das normas, acabamento e liberação. 

Se você está à procura de uma construtora especializada para construir um hospital, expandir sua operação ou modernizar seu espaço, fale com a gente! Aqui na Amplus Construtora oferecemos uma assessoria completa na concepção dos projetos, realizamos um estudo de viabilidade econômico financeiro e claro, estruturamos todas as etapas da sua obra. 

Acesse o nosso site e conheça todos os projetos que nós trabalhamos, além da nossa metodologia que alia a experiência com a tecnologia: https://www.amplusconstrutora.com.br/ 
Quer saber mais sobre essa tema? Confira também o artigo completo sobre a complexidade das construções hospitalares. Neste texto você encontrará uma entrevista com o arquiteto, urbanista e professor titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FauUsp), Siegbert Zanettini.