Como fazer o gerenciamento de obras comerciais?

  |   por

Antes de contratar uma construtora, é importante saber como ela realiza o gerenciamento de obras comerciais para, desse modo, ter…

Antes de contratar uma construtora, é importante saber como ela realiza o gerenciamento de obras comerciais para, desse modo, ter uma ideia de como é a sua estrutura de organização.

Nesse caso, listamos alguns itens importantes que você precisa saber sobre este tema. Fique atento!

Entenda o que está incluído em um gerenciamento de obras comerciais

Basicamente, são estas as funções de um bom gerenciamento de obras comerciais:

  • A criação do escopo, ou seja, das tarefas, responsabilidades, etc., da obra;
  • O gerenciamento do tempo, que inclui o planejamento, o controle, o remanejamento de tempo, a duração, o ritmo e os cronogramas de cada etapa da obra;
  • O gerenciamento dos custos com a elaboração de orçamentos, controles e projeções de cada etapa;
  • O gerenciamento da qualidade de todos os produtos, buscando sempre por processos com baixa taxa de erros;
  • O gerenciamento da comunicação, ou seja, de maneiras de se comunicar entre a equipe interna, a externa e, também, com o cliente, evitando ruídos na comunicação;
  • O gerenciamento dos recursos humanos, por meio da definição e alocação das equipes, a administração dos colaboradores, comportamentos, treinamentos, etc.;
  • O gerenciamento de contratos, legislações e fornecimentos, para mantê-los em dia e efetuados de forma correta;
  • O gerenciamento de riscos, com uma análise e avaliação minuciosas sobre os riscos do projeto e como eliminá-los.

Análise e compatibilização de projetos

Uma empresa que tem como norte o gerenciamento de obras comerciais também precisa levar em conta a análise e compatibilização de projetos. Apesar de muitas empresas não darem atenção para esse ponto, essa etapa, definitivamente, precisa existir.

E é simples de entender essa tarefa: a parte de compatibilização avalia minuciosamente os detalhes de cada um dos projetos da obra (arquitetônico, hidrossanitário, elétrico, de ar-condicionado, de impermeabilização, etc.), para verificar se todos estão compatíveis ou precisam ser corrigidos – além de preparar o canteiro para receber o porte da obra de forma adequada.

Confira, aqui, mais detalhes sobre a compatibilização de projetos.

Já a parte de análise consiste em analisar todas as soluções adotadas pelos projetistas, com uma visão geral das disciplinas para determinar se essas soluções foram as melhores possíveis, tanto em relação ao uso quanto ao custo. É uma etapa além da compatibilização, e exige ainda mais pensamento crítico do profissional que está executando a tarefa.

Cronograma de construção

O cronograma de construção é outro item que faz parte do planejamento operacional e tático de uma boa construtora. Ele precisa ser feito por profissionais com experiência em obras comerciais, já que planejar as etapas de uma obra de grande porte, levando em consideração todas as situações que podem ocorrer, é, realmente, um desafio.

Na Amplus, por exemplo, desenvolvemos tanto o planejamento tático quanto o operacional.

Através do uso da tecnologia BIM (Building Modeling Information), traçamos o planejamento em todos os detalhes da obra comercial. Com isso, os responsáveis por cada etapa conseguem visualizar esse plano de ações de forma integrada, por meio de seus dispositivos móveis.

Além disso, esse sistema ajuda a relatar tudo o que está ocorrendo no canteiro, bem como o controle de materiais, os imprevistos que surgiram (e como a equipe fará para corrigi-los ou minimizá-los), e as datas de entrega de cada etapa. Tudo isso é importante tanto para a segurança da obra quanto para manter a confiança do cliente com a construtora.

Neste post você confere mais detalhes sobre a coordenação de projetos da Amplus, incluindo o uso da tecnologia para o gerenciamento de obras comerciais.

Gestão do canteiro de obras

Depois de cumpridas as etapas de planejamento do gerenciamento de obras comerciais, é hora de iniciar os trabalhos de gestão do canteiro de obras.

Os objetivos principais desse monitoramento são:

  • Nomear os responsáveis para o acompanhamento dos trabalhos;
  • Prezar pelo uso correto dos materiais, evitando desperdícios e mantendo o orçamento dentro do previsto;
  • Controlar a chegada dos materiais (e a qualidade deles), bem como acompanhar o status do estoque;
  • Acompanhar a equipe de trabalho, esclarecendo as dúvidas, prevenindo erros e garantindo que todos os colaboradores estejam trabalhando em segurança;
  • A cobrança de resultados diários, mantendo uma comunicação eficiente com a equipe e sabendo contornar situações que possam surgir (período de chuvas, faltas, retrabalhos, etc.);
  • O registro de todos os trabalhos que estão sendo realizados no canteiro de obras, para enviar relatórios à diretoria, que os repassa ao cliente. Um bom gerenciamento de obras comerciais faz o registro escrito e, também, por meio de fotos para comprovar efetivamente o status atual da obra e evitar contratempos futuros.

Monitoramento da obra

Por fim, uma construtora que preza pelo gerenciamento de obras comerciais precisa estar atenta quanto comunicação com o cliente quanto ao que ocorre na obra.

Além do relatório periódico de obras, outra solução que a Amplus oferece é o sistema de monitoramento 24 horas. Na prática, são instaladas algumas câmeras de monitoramento em pontos específicos do canteiro, e o cliente baixa um aplicativo em seu dispositivo móvel para ter acesso a essas imagens em tempo real.

Além do quesito segurança (já que as câmeras inibem furtos e roubos de materiais), também se torna possível para os gestores da obra acompanhar o andamento dos trabalhos à distância, bem como o controle da chegada dos materiais e a resolução de imprevistos – mesmo que não estejam no local da obra no momento em que eles acontecem.

E então, a construtora que você está pensando em contratar apresenta todos esses requisitos para um completo gerenciamento de obras comerciais? Pense bem nisso – e, na dúvida, fale com a nossa equipe.

Aproveite, também, para conhecer 6 impasses de obra comercial que uma boa construtora ajuda a evitar, e até a próxima!

Paulo Henrique Barbosa
CEO