Acompanhe as novidades e fique por dentro

19
abr

Você conhece os principais riscos na hora de realizar uma obra?

Por Pedro Moreno

O risco é inerente a qualquer obra de construção civil. Eles estão presentes em todas as fases de um empreendimento, seja ele uma casa, um prédio residencial, um prédio comercial ou um galpão. Nesse texto iremos elencar os principais pontos de atenção para o cliente, o que pode dar errado e como resolver.

Na fase de projetos

É importante que não existam divergências dos projetos com as normas regulatórias ou legislações ambientais. Isso se deve primeiramente em relação ao desempenho da construção. Isso é básico e a segurança e conforto ao usuário são premissas fundamentais da Amplus.

Porém, sem considerar esse ponto, algo muito importante é a burocracia envolvida na aprovação. Nos órgãos municipais essa aprovação pode demorar meses dependendo do número de revisões necessárias. Enviar um projeto legal correto e o mais rápido possível é vital para a manutenção do prazo da obra.

Portanto a montagem do time de projetistas que estarão envolvidos no projeto é a primeira e principal escolha para garantir a qualidade final do produto acabado, somente isso não é garantia de nada, mas a escolha dos profissionais errado neste momento pode comprometer o sucesso da obra.

Na gestão e compatibilização dos projetos

A equipe de gestão de projetos trabalha para verificar se os projetos estão de acordo com os órgãos regulamentadores, normas vigentes e as expectativas do cliente. Além disso também é feita a compatibilização entre todas as disciplinas, evitando interferências e tomadas de decisão na obra. Isso é extremamente importante para evitar futuros problemas e contratempos que possam atrapalhar o andamento planejado e até mesmo o aumento dos gastos e desperdícios.

A realidade do mercado hoje, de maneira geral, não é essa citada no parágrafo acima. Na maioria das vezes os projetos são contratados e executados de maneira isolada, sem a atuação de uma equipe de gestão de projetos. O resultado disso é uma série de interferência entre as disciplinas que acabam sendo descobertas durante a execução, gerando desperdícios, aumento de custos, atraso de cronograma e também impacta na qualidade final da obra.

Na visualização do projeto por parte do cliente

Desde o primeiro contato entre o arquiteto e o cliente são discutidas diversas premissas para a edificação e tudo é ajustado de acordo com o programa de necessidades apresentado. Mesmo assim, para quem não trabalha na área é bastante comum a dificuldade de visualização do resultado final a partir de plantas ou até mesmo de renderizações (imagens em 3D) geradas em cima dos projetos.

Pensando nessa necessidade a Amplus desenvolveu, junto com parceiros, uma solução que tem chegado a resultados extremamente satisfatórios, a realidade virtual. A partir de um modelo 3D é possível gerar um arquivo que permite ao usuário “andar” virtualmente por toda a construção. Com a utilização de óculos especiais essa experiência atinge um nível de imersão extremamente alto. Tudo é personalizável, desde a altura do “boneco” que estará andando no projeto até os detalhes do acabamento.

Com esse recurso o cliente tem uma visualização completa do resultado final da edificação. Isso faz com que ele possa pensar nas suas necessidades e se necessário fazer modificações antes do início da construção. Isso reduz custos e alinha as expectativas do cliente, chegando ao produto ideal ainda na fase de projetos, reduzindo drasticamente as alterações de projeto durante a obra.

Na fase de orçamentos

Essa é uma fase muito delicada, até por uma questão de qualificação do cliente. É claro que na grande maioria das vezes o cliente não vai ter um conhecimento muito técnico sobre a construção, mas é necessário que ele separe um tempo para analisar o orçamento e verificar se existe algo muito discrepante.

Muitas vezes para ganhar uma concorrência são feitos cortes vitais que acabam gerando um orçamento inexequível. Orçamentos muito baixos podem fazer com que seja executado um serviço de má qualidade e não exista nenhuma verba destinada a manutenção da edificação, por exemplo, e isso é um assunto muito sério, que muitas vezes acaba em ações judiciais.

Além do preço, o cliente tem que avaliar se a construtora tem capacidade técnica de executar a obra e se a parte comercial o atende corretamente. Uma escolha errada nesse ponto pode ser o famoso “barato que sai caro”.

Na fase da construção

Se feito tudo corretamente nas fases anteriores, agora o cliente deve literalmente sentar e esperar a obra ser entregue. Claro que existem diversos riscos durante a obra, mas agora eles são de responsabilidade da construtora, obviamente se a empresa contratada for séria.

O mais importante é que haja um planejamento de curto, médio e longo prazo, e que ele seja acompanhado corretamente. Esse acompanhamento passa por todas as equipes envolvidas na obra. A equipe de suprimentos tem que garantir que todos os materiais estejam à disposição da equipe de execução. Os serviços empreitados têm que ser contratados com a antecedência necessária e de acordo com os requisitos do SGQ. Todos os processos têm que ser acompanhados diariamente pelo engenheiro da obra e a equipe de gestão e controle de obras da empresa. Este acompanhamento deve ser feito com indicadores, que mostrarão em números como esta a qualidade da obra, a produtividade das equipes, as perdas de cada serviço, a evolução dos custos e do cronograma.

Governança: Relação cliente construtora durante a obra

A confiança tem que ser conquistada e o cliente só vai ficar tranquilo e deixar de se preocupar com a execução da obra se a construtora passar a segurança e confiança necessária.

Pensando nisso, na execução das obras que somos contratados, elaboramos mensalmente um relatório detalhado sobre o andamento da obra com fotos comprovando o descrito. Dependendo das necessidades do cliente e da obra, esses relatórios podem ser quinzenais ou até mesmo semanais. Entendemos que esse relatório dá tranquilidade para o cliente quanto a entrega e permite a ele entender o que está sendo feito com o seu investimento.

Além disso, periodicamente fazemos vídeos que também mostram a evolução do cronograma de maneira mais palpável, amigável. Em alguns casos transmitimos a obra de maneira remota, os clientes veem o andamento da obra em tempo real, ao vivo. Utilizamos deste recurso, normalmente quando o cliente não reside no local da construção e quer ter acesso ao canteiro de obras.

Se quiser entender um pouco melhor como o relatório funciona, preencha o formulário abaixo e faça o download de um exemplo de relatório.

*Os dados desse relatório são fictícios mas ele foi feito de acordo com um modelo elaborado para a Visual Residence.

  • Compartilhe: