Zero Energy: tudo que você precisa saber

placas de energia solar em um edifício para a implantação de zero energy

  |   por

Construir um edifício zero energy ou Net Zero Energy Buildings, que seja autossuficiente e completamente sustentável em questões energéticas pode parecer algo distante, mas já é uma estratégia…

Construir um edifício zero energy ou Net Zero Energy Buildings, que seja autossuficiente e completamente sustentável em questões energéticas pode parecer algo distante, mas já é uma estratégia pautável e acessível. Você já pensou em como seria se sua obra, seja um galpão, um hospital ou um prédio comercial, fosse livre das contas de energia? Pode parecer improvável, mas essa já é a realidade de vários edifícios no país e no mundo. Pensando nisso, hoje vamos falar sobre o que é e como funciona um edifício zero energy (Net Zero Energy). Então, acompanhe até o final para esclarecer suas dúvidas. 

O que é Net Zero Energy?

placas de captação de energia solar para representar a implantação do sistema zero energy na construção de  um edifício
Fonte: Unsplash

De acordo com o site da GBC Brasil, Net Zero Energy trata-se de um conceito utilizado para construções em que o balanço energético é zerado. Dessa forma, toda a energia consumida é gerada no próprio local. A princípio, é comum que essa estratégia seja realizada por meio da captação de energia solar, sistemas de geração eólica com microturbinas ou até uma usina que utilize biomassa. Entretanto, tudo depende do tipo de edifício e das necessidades de seus ocupantes. 

Apesar de parecer algo simples, é necessário estudar cuidadosamente cada caso e desenvolver um projeto que otimize o gasto de energia. Assim, os custos do investimento podem ter um tempo de retorno menor. Além disso, outros fatores como a localidade da instalação, o clima e o tipo de edifício também podem interferir no tempo de retorno do projeto.  

Os edifícios zero energy se dividem em dois subgrupos:  

  • Net Zero Site Energy: edificações autossuficientes. 
  • Net Zero Source Energy: construções que não conseguem gerar tudo que consomem, mas que cobrem esse déficit adquirindo energia de fontes renováveis externas. 

Como projetar um edifício zero energy?

Em primeiro lugar, projetar um edifício zero energy significa obter uma combinação de projetos que incorporem princípios da arquitetura bioclimática e uso de tecnologias avançadas. A simulação de computadores para analisar a incidência solar e definir a melhor orientação da edificação é algo indispensável.  

Além disso, é preciso lembrar que todo o estudo durante o planejamento deve ser voltado para a redução de consumo elétrico. Segundo um artigo publicado no CTE, existem algumas ações que podem contribuir para a redução de energia, como por exemplo: 

  • Tratamento da envoltória e dimensionamento de aberturas; 
  • Iluminação eficiente com controle por zona e aplicação; 
  • Controle automático de persianas, para aproveitamento da iluminação natural e redução do calor; 
  • Sistema de climatização e ventilação de alto desempenho; 
  • Especificação de elevadores e outros equipamentos com foco em eficiência; 
  • Aproveitamento da inércia térmica das paredes para redução do ganho de calor; 
  • Previsão de dispositivos de sombreamento em fachadas de vidro; 
  • Uso de revestimentos e isolamentos que ajudem a reduzir a transmissão de calor; 
  • Geração de água quente através de coletores solares; 
  • Controle do sistema de renovação de ar externo com base no número de ocupantes na edificação. 

Existem diversos materiais de construção que ajudam a edificação a alcançar esses padrões. Por exemplo, vidros que permitem a passagem de luz, mas retêm uma parte do calor, tintas, revestimentos e isolamentos que reduzem a transmissão de calor, materiais que retêm calor externo durante o dia e liberam para o ambiente à noite, entre outros.  

Além disso, existem sistemas de resfriamento do ar com rejeito de calor via geotermia para o solo próximo à edificação, geração de energia elétrica por meio de células a combustível e uso de sistemas de climatização por absorção, utilizando coletores solares e geração de calor com biomassa, para soluções que buscam economicidade ou espaço para aplicação. 

E como fica meu retorno em investimentos desse tipo?

Claro que a construção de edifícios zero energy é um conceito bastante relevante para o mercado de construções. Mas falando de um ponto de vista financeiro, vale a pena? Bom, o custo de implantação do sistema chega a ser 5% a 10% superior quando comparado às instalações de um prédio convencional. Entretanto, o retorno aparece e pode ser de grande vantagem para quem está investindo.  

Isso porque, quando falamos de construir um edifício zero energy, estamos falando de uma construção que produz sua própria energia. Ou seja, pode demorar um pouco para conseguir atingir o retorno, mas ele chega, tornando o zero energy muito mais econômico que as demais construções. Além disso, se sua construção conseguir produzir mais energia do que consome, é possível vender esse restante para locais externos, trazendo uma renda extra da do edifício.

Certificação GBC Brasil Zero Energy

Construções sustentáveis são o futuro da engenharia civil. Pensando nisso, o GBC Brasil tem uma ferramenta para impulsionar a busca pela construção, reformas ou recuperações, visando o equilíbrio entre o consumo e a geração de energia nas edificações, chamada de Certificação GBC Brasil Zero Energy.  

A princípio, os objetivos desta certificação são acelerar a transformação do mercado nacional, ter eficiência energética e geração de energia através de fontes renováveis, gerar novos empregos, desenvolver novas tecnologias, reconhecer a inciativa dos empreendedores e promover ambientes saudáveis, capazes de proporcionar a melhoria do bem-estar dos ocupantes.  

Você pode saber mais sobre como obter essa certificação acessando esse link

Tenho interesse em construções desse tipo. E agora?

Planejar uma obra desse tipo requer uma equipe especializada, um bom estudo de viabilidade e um planejamento otimizado com todos os detalhes. Aqui na Amplus, trabalhamos com a construção de obras complexas, visando sempre novos métodos e novas tecnologias que possam ajudar a tornar a obra um lugar mais sustentável. Temos uma equipe multidisciplinar, que pode atender suas necessidades.  

Além disso, somos membros da GBC Brasil. Se você possui dúvidas sobre seu projeto de construção ou deseja discutir ideias de projetos para investimento, entre em contato com a gente. Estamos esperando por você!