As principais normas ABNT para construção civil

normas abnt construção civil

 

Os engenheiros civis e construtoras já sabem que todo projeto de novo empreendimento requer muita atenção e cuidado com os…

Os engenheiros civis e construtoras já sabem que todo projeto de novo empreendimento requer muita atenção e cuidado com os detalhes. Para tornar a rotina mais fácil e mais organizada, existem diversas ferramentas de processos. Alguns deles são as metodologias como Lean Construction e a Building Information Modeling (BIM). Mas, independentemente do regime de administração ou metodologias escolhidas, existe algo em comum que está “presente” em qualquer construção: as normas ABNT.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas criou uma série de procedimentos que devem ser seguidos pelas áreas de construção civil e infraestrutura. Com isto, o objetivo do órgão é que os processos sejam padronizados nas obras, garantindo muito mais qualidade, produtividade e segurança para todos os colaboradores envolvidos no projeto.

No próprio site da ABNT, encontramos uma série de categorias com normas bem específicas. Apenas o setor de construção contém mais de 800 normas que já foram aprovadas e são exigidas pela Associação. Porém, algumas são mais comuns e presentes no dia a dia de toda construção. Conheça abaixo as principais normas ABNT para a construção civil. 

Sistema de Gestão de Saúde e Segurança do Trabalhador

A cultura de uma obra segura, leva uma empresa de construção investir em prevenção, como capacitação de seus funcionários, campanhas, palestras e mantem o colaborador diretamente envolvido, para manter o ambiente seguro e colaboradores responsáveis ao executar suas atividades, somente após o local ser liberado pela gestão de segurança. 

O Sistema de Gestão de Saúde e Segurança do trabalhador, NRB 18801:2010, envolve os procedimentos tendo como base as OHSAS 18001:2007 e as ISO 9000:2005, ISO 14001:2004, para definir diretrizes de que a empresa deve seguir para minimizar perdas tanto de mão de obra quanto de materiais e tempo.

As diretrizes aplicam se os seguintes termos:

  • Ação corretiva;
  • Ação preventiva;
  • Acidente;
  • Alta administração;
  • Auditoria;
  • Capacitação;
  • Controle de risco;
  • Empregador;
  • Fator de risco;
  • Incidente;
  • Melhoria contínua;
  • Não conformidade;
  • Organização;
  • Partes interessadas;
  • Riscos;
  • Sistema de Gestão;
  • Trabalhador.

Esses termos se interagem nas etapas de uma construção, podemos salientar que todos são importantes, para o sucesso e a satisfação sejam o resultado final.

Uso de EPI

A utilização de equipamentos de proteção individual (EPIs) é uma das normas da ABNT para construção mais conhecidas pelos profissionais da área. Portanto, esses dispositivos devem ser usados por todos os trabalhadores ou visitantes da obra. 

A obrigatoriedade do uso dos equipamentos está na NR 6 (Norma Regulamentadora). Ela tem como objetivo garantir a proteção, segurança e integridade de todos os profissionais. 

É importante ressaltar que as empresas e construtoras devem disponibilizar os EPIs de forma gratuita para todos os trabalhadores. Entre eles estão: capacetes de segurança, óculos de proteção, luvas de segurança, cinturões, máscaras, protetores auditivos e calçados. 

Estruturas de concreto

Em um documento de mais de 200 páginas, a ABNT disponibiliza a NBR 6118, que apresenta todas as exigências e procedimentos que devem ser seguidos nas construções que envolvem estruturas de concreto, sejam elas simples ou armadas.

Requisitos como a qualidade das estruturas, critérios da durabilidade do concreto e os parâmetros de segurança são alguns dos pontos abordados pela Associação nesta norma. Juntamente com os EPIs, esta é uma das regras mais utilizadas e presente na rotina das construtoras.

Segurança nas edificações

Na NR 8, a ABNT requisita que todas as edificações que estejam em construção, possam proporcionar segurança e conforto para todos os trabalhadores. Diferente dos EPIs que podem proteger em casos de acidentes, esta norma exige um ambiente preparado para evitar possíveis problemas. 

Um dos exemplos são os prédios, sobrados e demais construções com mais de um piso. Sempre que houver uma abertura no piso ou nas paredes, elas devem estar protegidas ou isoladas. Desta maneira, os profissionais estarão seguros de quedas.

Trabalho com máquinas

Com o avanço da tecnologia, é comum vermos cada dia mais máquinas nos canteiros de obras. Por isso, a ABNT apresenta a NR 12, que está diretamente relacionada com o uso seguro das máquinas e equipamentos. 

Na norma, a Associação descreve as medidas de proteção e também quais são os requisitos mínimos para a prevenção de acidentes. Com um material bem completo, nesta NR, os gestores encontram orientações de instalação, manuseio de partida e parada da máquina, preparo do espaço para guardá-la, entre tantos processos do dia a dia do canteiro. 

Trabalho em altura 

Toda atividade executada acima de 2 m do nível inferior, onde existe o risco de queda, é considerada trabalho em altura. A NR 35, estabelece os requisitos mínimos de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução.

Não é apenas o empregador que tem a responsabilidade de evitar acidentes com quedas de altura. Segundo a NR 35, o empregado também precisa ficar atento e cumprir alguns requisitos.

De forma geral, a NR 35 estabelece as responsabilidades do empregador e do trabalhador. Para definir situações específicas de risco e se relaciona com praticamente todas as demais Normas Regulamentadoras.

Dicas gerais da ABNT para construção

Como as obras têm uma grande variedade de materiais que podem ser aplicados, é importante que os profissionais fiquem atentos aos projetos individualmente. Ou seja, tratar cada projeto como único. Desta maneira, a equipe da construtora irá se preparar para seguir as normas específicas. Para te ajudar a encontrar algumas normas, apresentamos algumas delas abaixo:

  • As orientações para estruturas de madeira são expostas na NBR 7190*.
  • Todas as regras gerais para aplicação e execução de projetos de vidros estão na NBR 7199*.
  • Já as especificações para obras que lidam com aço e armaduras, os profissionais encontram na NBR 7480*.

Elaboração de orçamentos

Outra questão importante e muito relevante na rotina das construtoras é a área financeira. A avaliação dos custos das obras também é abordada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas. Todos os profissionais que trabalham com os orçamentos da construção civil, devem consultar a NBR 12721*.

*Algumas normas são encontradas diretamente no catálogo da ABNT, mediante cadastro no site. 

Como construtora, incentivamos e promovemos um modelo de construção civil mais organizado, otimizado, tecnológico e sustentável. Quer saber mais sobre como concretizamos grandes projetos pelo Brasil? Conheça mais da Amplus!