Built to suit (BTS): o investimento do momento no mercado imobiliário

built to suit para empresas

  |   por

Você já ouviu falar em BTS? O termo Built to suit ou “feito sob medida”, é uma modalidade que se refere a um contrato de aluguel vinculado às construções…

Você já ouviu falar em BTS? O termo Built to suit ou “feito sob medida”, é uma modalidade que se refere a um contrato de aluguel vinculado às construções ou grande reformas do imóvel a ser ocupado pelo inquilino. 

Essa categoria vem tomando cada vez mais espaço no Brasil. Sendo assim, hoje vamos explicar como ela funciona e como começar a investir nesse tipo de contrato. Leia até o fim para esclarecer algumas dúvidas.  

O que é o Built to suit e como ele funciona?

Como dito anteriormente, o Built to suit é um contrato de aluguel vinculado a uma grande construção ou reforma (desde que com alto custo) de um imóvel que será ocupado pelo inquilino.

Nela, o locador/proprietário investe na obra de acordo com as especificações e necessidades do locatário. Em função disso, o inquilino se compromete a ficar no imóvel durante um tempo que faça valer a pena o investimento. Sendo assim, esses contratos possuem uma duração de mais de 10 anos, pois dessa forma os dois lados saem com benefícios.  

O diagrama abaixo ilustra os passos para um contrato Built to suit: 

infográfico do contrato built to suit
Fonte: Amplus Construtora
  1. Em primeiro lugar, é efetuado um contrato de locação de longo prazo entre o investidor e seu inquilino; 
  2. Em segundo lugar, o investidor contribui com capital;
  3. Depois, o investidor obtém um terreno que é indicado por seu futuro inquilino; 
  4. Com o terreno escolhido e as especificações feitas, o investidor procura uma construtora para começar o projeto arquitetônico e os demais procedimentos legais para começar a construção do imóvel.  

De quanto dinheiro estamos falando?

O contrato Built to suit é escolhido, principalmente, por empresas de grande e médio porte que precisam seguir um padrão de funcionamento. 

Portanto, o investimento inicial para comprar um terreno e construir uma edificação não é baixo. De acordo com o CEO da Amplus Construtora, pelos projetos que já foram desenvolvidos e construídos pela empresa, o valor mínimo para viabilizar uma operação dessa é em torno de R$5.000.000,00.

Vale ressaltar, que este recurso não precisa necessariamente ser desembolsado por um único investidor, pode-se constituir uma sociedade com vários investidores, para juntos, botarem o negócio de pé.  

Built to suit e suas principais vantagens

O  Built to suit é um contrato de locação. Sendo assim, sua jurisprudência assegura tanto o locador, que deverá ter o retorno de seu capital investido mais o valor da locação, quanto o locatário.  

Entre as vantagens de obter um contrato Built to suit estão: 

  • O investidor começa a receber o aluguel imediatamente após a ocupação do imóvel. Será pago integralmente, mesmo que o negócio do locatário não dê certo; 
  • Mesmo que ocorra de o inquilino devolver o imóvel antes do prazo solicitado, ele é obrigado a pagar todos os aluguéis contratados (em caso de contrato atípico). 
  • A taxa mensal de retorno para os investidores gira em torno de 0,7% – 1,0% ao mês sobre o capital investido; 
  • Os contratos tem correção monetária atrelada, normalmente IGP-M. 
  • É um contrato de longo prazo e pode ser renovado se for do interesse dos envolvidos. Em alguns contratos, tem-se gatilho de renovação automática. 

Quem constrói no modelo Built to suit para um cliente específico tem a garantia de uma locação segura, que não ficará parada por tempo indeterminado a espera de um locatário. Além disso, pode desfrutar da segurança de um aluguel a longo prazo.  

Tem interesse em contratar uma construtora competente e atenciosa para esse e outros tipos de contrato? Entre em contato conosco e faça já seu orçamento!